Aula 4 - Argentina

Miguel de Magalhães Dauster Sette

Miguel de Magalhães Dauster Sette Publicado 20/10/2018 


Professor Thomaz Napoleão,

acabei de assistir agora a aula sobre Argentina, e fiquei com uma dúvida mais geral sobre a oposição de nossos vizinhos ao nosso pleito por um assento permanente no CSONU. Do ponto de vista das teorias de RI, qual seria a explicação mais adequada? Imediatamente pensei em uma lógica de balança de poder regional: a entrada do Brasil no Conselho poderia desequilibrar o poder regionalmente, e seria natural a oposição dos países vizinhos. O que vc acha dessa explicação? Ademais, o desinteresse da Argentina em ter um assento permanente no conselho se explicaria por uma lógica parecida com a proposta do realismo periférico para a política externa Argentina? Eles considerariam preferível focar esforços em outros assuntos, talvez por considerar não terem 'excedentes de poder' o suficiente para tal, como se costuma dizer no Brasil?

Obrigado!

 

Voltar ao topo
Gostou da aula?
Matricule-se já!